Novas Regras de Bagagem nas Companhias Aéreas

posted in: Uncategorized | 0

A ANAC alterou as regras para o transporte aéreo em Março, onde uma das mudanças é que as companhias não precisam mais oferecer uma franquia de bagagens aos viajantes, e que poderão cobrar por este serviço. A expectativa é que os preços das passagens sejam reduzidos e tarifas serão variáveis de acordo com quanto bagagem casa passageiro irá levar consigo.

Veja o que cada companhia está adotando:

*informações tiradas de Mercado&Eventos nº 316

Redução dos preços médios em até 20%. Durante estes primeiros meses, o despacho da primeira bagagem de 23kg será gratuito.

1ª bagagem até 23kg: no momento será grátis, no futuro será cobrada uma taxa de R$ 50,00 para voos nacionais. Para voos internacionais não haverá taxa.

2ª bagagem até 23kg: R$ 80,00 para voos domésticos, R$ 90,00 para América do Sul, e sem taxa para outros países.

Outras faixas de peso: ainda não definido

Terá uma classe tarifária mais barata para passageiros sem bagagem, e a franquia das malas será calculada separadamente.

1ª bagagem até 23kg: para as tarifas "Flexível" e "Programada" será gratuita, e para a nova tarifa "Light" preços variam entre R$ 30,00 e R$ 60,00

2ª bagagem até 23kg: para a tarifa "Light" varia entre R$ 50,00 e R$ 100,00

3ª bagagem em diante: para a tarifa "Light" varia entre R$ 60,00 e R$ 120,00

Ainda não cobrará pelas bagagens despachadas, pois ainda está analisando qual a melhor forma de se adequar à nova regra.

Companhia já segue a resolução da ANAC sobre a baggem de mão, que passa de 5kg a 10kg.

Continua oferecendo normalmente a franquia de bagagens de 23kg em voos domésticos, e manterá os mesmos preços das passagens.

Nada mudou para quem tem bagagem a despachar. Porém terá uma nova tarifa para quem decidir não despachar nada.
Bagagens de mão passam a ter o limite de 10kg em vez de 5kg.